I Festival de Poesia _ Papoético.

maio 30, 2012

Nuno Lilah Lisboa, interpretando o poema Eu comi Oswald de Andrade, de Kátia Dias.

Facebook.

Acontecerá no dia 31 de maio (próxima quinta-feira), apartir das 19 horas, no Teatro Alcione Nazareth, Centro de Criatividade Odylo Costa, Filho (Praia Grande – Centro Histórico de> São Luís), com a interpretação dos 21 concorrentes classificados, de   um total de 110 poemas inscritos no festival Papoético. ENTRADA FRANCA.

Estão todos convidados!

OBS: Eu, Kátia Dias, pseudonimo “Karaba” fui classificada e participo com o poema: Eu comi Oswald Andrade.

Contato _ ktiadias@hotmail.com

Papoético _ Regulamento

Papoético premiará hoje vencedores de seu I Festival de Poesia. zema ribeiro

I Festival de Poesia _ Papoético.

Resultado do I Festival de Poesia do Papoético

Anúncios

Espaço Cultural 508 sul.

maio 14, 2012

 


Festival de Outono

maio 14, 2012
Festival de Outono

Festival de Outono


CD _ Profusão _ Velt Moura e Sarasthi

maio 10, 2012

Velt Moura e Sarasthi

No Paginado


Quadrilátero Cruls.

maio 10, 2012

Quadrilátero Cruls

Missão Cruls

Senado

Este slideshow necessita de JavaScript.

Release Quadrilátero Cruls

Visando o futuro, de 25 a 27 de maio em Sobradinho, teremos a oportunidade de revisitar o passado e reforçar o presente do DF, rico em diversidade cultural durante o Projeto Quadrilátero Cruls.
O Projeto Quadrilátero Cruls, a ser realizado de 25 a 27 de maio de 2012, na Praça Santos Dumont em Sobradinho, tem uma proposta singular, resgatar as origens do Distrito Federal. Além de recuperar o esquecido e importante contexto histórico da Missão Cruls, busca divulgar o que Brasília tem de melhor, sua vocação para a cultura.
A Capital Federal inaugurada em 1960, hoje impressiona pela majestosa arquitetura e seu plano urbanístico, mas poucos atentam para um detalhe quase esquecido: a história de nossa descoberta pela Missão Cruls. A comissão exploradora do Planalto Central do Brasil, constituída em 1892, tinha como diretriz única, a obrigação de encontrar um local para a instalação da nova capital do País.
Esta expedição composta por 22 (vinte e dois) membros e liderada pelo astrônomo Luiz Cruls, demarcou o quadrilátero do DF, e ao definir nossos limites, instituiu a cidade de Planaltina como pedra fundamental da futura capital. Segundo relatos, os pesquisadores atentaram para uma característica marcante, cada família da região tinha um artista.
Partindo desse princípio, o Projeto Quadrilátero Cruls, que, aliás, é também o primeiro nome do Distrito Federal, batizado pela Missão Cruls, promove um pioneirismo cultural apostando no talento e valorizando os artistas Brasilienses.
No palco, atrações como Soatá com a potente voz de Ellen Oléria, Darshan, Ligação Direta, Ângelo Macarius, Wile Ortros & Os Cães, Marmitex S.A. e a volta da célebre Nata Violeta, além de outros, garantem o foco na cena cultural musical do Distrito Federal e Entorno em diversos estilos: Rock, Clássico, Lírico, Chorinho, Samba, MPB  e etc.
Além da música, o Quadrilátero Cruls no papel de um grande festival democrático e lúdico, promoverá durante todo o dia atrações circenses, teatrais e dança, além de apoiar, fomentar e educar em pontos importantes:
História: exibição de vídeos com fatos históricos do surgimento de nossa cidade por intermédio de educação patrimonial pelos Caminhos da Missão Cruls, valorizada por uma bela cenografia.
Social: apoio ao artesanato local, com a exposição de souvenires, visando à divulgação da nossa arte em eventos importantes como a Copa das Confederações em 2013 e a Copa do Mundo em 2014.
Esse é o Projeto Quadrilátero Cruls, um evento que pretende cumprir a função de fortalecer a cena cultural e musical, educar a população no que se referem as nossas origens, ajudar na preservação do patrimônio histórico e capacitar a comunidade a gerar renda com o turismo. Compareça!
SERVIÇO:
Evento: Quadrilátero Cruls
Local: Praça Santos Dumont – Área Especial s/n – Q.08 – Sobradinho – Distrito Federal
Data: de 25 a 27 de Maio de 2012
Horários: 25/05 – dás 16h ás 1h – 26 e 27/05 – dás 10h ás 1h
Realização: Ponto de Cultura Kombão Tiphereth
Este evento conta com o apoio: FAC – Fundo Apoio a Cultura; Secretaria do Estado de Cultura do Distrito Federal; GDF – Governo do Distrito Federal e Administração Regional de Sobradinho.
PROGRAMAÇÃO QUADRILÁTERO CRULS
NOME
CATEGORIA
DIA
HORARIO
SEXTA
Exposição “Souvenires Copa do Mundo 2014”
Artesanato
25/05/2012
16h ás 00h
Exibição “Caminhos da Missão Cruls”
Cinema Fotografia
25/05/2012
16h ás 00h
Mércia Alexandre & Rui Mohamed
Musica
25/05/2012
21h
Angelo Macarius
Musica
25/05/2012
21h 50m
Afrodite
Musica
25/05/2012
22h 40
Priscila Lima
Musica
25/05/2012
23h 30m
Soatá
Musica
25/05/2012
00h 20m
SABADO
Exposição “Souvenires Copa do Mundo 2014”
Artesanato
26/05/2012
16h ás 00h
Exibição  “Caminhos da Missão Cruls”
Video
26/05/2012
10h ás 00h
Encontro Motociclistico
Música / Estilo de Vida
26/05/2012
12h
Escola de Samba Bola Preta
Musica Dança Alegorias
26/05/2012
19h 30m
Casacasta
Musica
26/05/2012
20h 10m
Reco do Bandolim & Choro Livre
Musica
26/05/2012
21h
Banda Ciclone Na Moringa
Musica
26/05/2012
21h 50m
Wile Ortros & Os Cães
Musica
26/05/2012
22h 40m
Banda Nata Violeta
Musica
26/05/2012
23h 30m
Ligação Direta
Musica
26/05/2012
00h 20m
DOMINGO
Exposição “Souvenires Copa do Mundo 2014”
Artesanato
27/05/2012
16h ás 00h
Exibição  “Caminhos da Missão Cruls”
Video
27/05/2012
10h ás 00h
“Expresso Alegria”
Circo
27/05/2012
11h as 12h
15h ás 17h
Cia Teatral Fantoches Riane Buson
Teatro
27/05/2012
14h as 15h
17 as 18h
Kleuton &Karen
Musica
27/05/2012
19hs
Cerrado Solido
Musica
27/05/2012
20h
Geraldo Ernesto
Musica
27/05/2012
20h40m
Grupo Batalá (Praça/Palco)
Musica
27/05/2012
21h20m
Ciméria
Musica
27/05/2012
22h
Darshan
Musica
27/05/2012
22h 40m
Marmitex S.A
Musica
27/05/2012
23h 30m

LANÇAMENTO A NOIVA DA ESPLANADA NA BIENAL

maio 4, 2012

 A NOIVA DA ESPLANADA

Jô Pessoa.

Clube de Autores

Clube Caiubi.

RESUMO

Em Brasília, três personagens se encontram e desenvolvem uma amizade que se transformará em drama. Nícola Gagliano, italiano, traficante de mulheres; Jennifer uma estudante brasiliense; e Veruska uma prostituta analfabeta. Ambientado em Brasília, Salvador e Madri, com descrição da cultura, arquitetura, misticismo, costumes, e problemas característicos da cidade.

Sinopse

Veruska  é prostituta, vem da Bahia, e conhece Jennifer numa pensão da W3  Sul. Nícola Gagliano vem de Fortaleza, é italiano, traficante de  mulheres e drogas, conhece Veruska nas noitadas do CONIC- Setor de  Diversões Sul, ao lado da Rodoviária. Jennifer é brasiliense,  estudante e está sem emprego. Gagliano e Jennifer se conhecem  apresentados por Veruska e se apaixonam. Veruska e Jennifer estreitam amizade. Jennifer descobre que ela é analfabeta e carinhosamente ensina-a a ler, escrever, e lhe dá informações necessárias para que saia do obscurantismo.

Gagliano coopta Veruska e algumas amigas dela; e outras garotas das Cidades Satélites de Brasília para encaminhá-las à Espanha. Lá serão  escravizadas em um esquema de prostituição de alto luxo – La Dolce Vita. Em Brasília, Nícola e Jennifer vivem uma grande paixão.

Depois de dois meses do desaparecimento de Veruska, às vésperas do seu casamento com o belo italiano, Jennifer recebe um telefonema de  Madri, dizendo que ela está cativa junto com as outras meninas que conhecera na festa que o Gagliano promoveu um dia antes da viagem do grupo de mulheres que foram enviadas para Madri.  Jennifer as  conheceu nessa festa, dia em que eles começaram o romance pra valer. A partir desta festa, Jennifer começa a ter algumas suspeitas  avulsas e sem comprovação; e que naquele momento não tinha  interesse algum em investigar ou descobrir, visto que raciocinava com  o coração, tomada de uma paixão avassaladora e primeira em sua  vida.

Veruska  que já era prostituta, poderia se dar muito bem em Madri, já que  estava lá mesmo, sabia ler, pensava em caminhar sozinha, porém,  havia se comprometido em salvar as companheiras. Não agüentava ver o sofrimento delas e principalmente a indignação de terem sido  enganadas, o que lhe incomodava bastante. Também, contavam muito a consideração, e um grande amor por Jennifer, por ter pacientemente  com respeito humano lhe ensinado tudo quanto precisava para se sentir incluída naquela sociedade da qual pouco entendia.  Muito jovem ainda e com o conhecimento que tinha apreendido, decidiu Veruska por usar a cabeça e resolver a situação.

Jennifer embora perdidamente apaixonada e sem raciocinar desde que se envolveu com o Nícola, agora, tomava um enorme choque da realidade. Também, assim como Veruska, teve vontade de ser egoísta, de pensar apenas em si mesma, de ignorar aquele pedido de ajuda e o alerta de perigo contra si mesma, porém, por mais que fosse importante a sua felicidade pessoal tinha princípios que não podia negar, não iria se corromper. Não poderia negar tudo que tinha aprendido com os livros, senão, do que lhe teria valido ter estudado tanto? O conhecimento nos faz diferente de um ser social comum que apenas escolhe: não se responsabilizar pelas próprias escolhas. Decidiu-se também Jennifer.

A Esplanada dos Ministérios é o palco das reivindicações do povo
brasileiro, assim o fez o personagem Jennifer, ao levar para o ponto
central de evidência essa questão que é o tráfico de mulheres e
outros problemas humanos contíguos.

Clube de Autores

Exemplares c/:

jopessoa23@yahoo.com.br
61_9207.2611
A Noiva da Esplanada_O Livro_Jô Pessoa.


JOSEILDA MARIA PESSOA – Jô Pessoa

   – Produção e participação literária:

    –
Edição independente do livro de poesias – Nômade – Jô Pessoa

2000
– edição esgotada.

   –
Publicação do poema À flor da Pele na revista DF Letras da
Câmara Legislativa.

    –
Entrevistada por Margarida Patriota no programa Autores e Livros da
Radio Senado.

   –
Publicação do poema Utopia na revista Orelha, editada por Ivan
Presença – CONIC

  –
Música inspirada no poema Zero Hora do livro Nômade, composta por
João Pedro Roriz do Rio de Janeiro, gravada em CD.

   –
Participação em recital, convidada pelo Ministério da Cultura,
junto com Cassiano Nunes, Lenine Fiusa Lima e Adeilton Lima da Silva,
em 16 de agosto de 2001.

   –
Participação em diversos recitais do Coletivo de Poetas de Brasília
organizado por Menezes y Morais.

   –
Participação na Feira do Livro de Brasília no stand da Academia
Taguatinguense de Letras.

   –
Tem exemplares do livro “Nômade” doados à biblioteca da UNB e
do Ministério da Cultura.

    –
Romance A Noiva da Esplanada – Edição independente, ainda sem
divulgação, lançado em 07.12.2009 no Carpe Diem. Vende seus livros
nos bares da cidade.

     –
Pernambucana, nascida em Lajedo no dia 23/10/1951 e criada em
Garanhuns até 1964, quando veio para Brasília. Morou no Núcleo
Bandeirante até 1969, e depois no Plano Piloto. Tem cinco filhos
brasilienses. Trabalhou na CEB, ELETRONORTE e TELEBRASÍLIA.
Formou-se em Ciências Contábeis pelo CEUB em 1978. Poetisa,
romancista e artesã. Atualmente reside na Vila Planalto.

Brasília Poética.

Música : ZERO HORA