Velt Moura e Sarasthi _ CD _ PROFUSÃO

Ouça

ReverbNation

“PROFUSÃO (Velt Moura e Sarasthi) . Profusão que verte em manar de sonho Tudo que me veste emana do som Ânima alegre sopra no oco A função é aroeira Não enverga nem com a fome A razão dessa parcela Não é vela, mas se consome! Amargo doce é sim Amalgamou-se em mim Amagalmou-se em mim Amargo doce é sim O fulvo fulgor da menina O canto do boto que dança A ardência da água marinha E aquela lembrança Do murmúrio da fonte Que desce do monte É uma beleza que vem me molhar O sumo do fruto que eu tô procurando É saboroso vou me lambuzar Luzeiro luzeiro, esse é o meu candeeiro Luzeiro luzeiro, esse é o meu candiar O baque solto do sopro louco No cordão lá de Olinda O coco banto virado e solto Valha-me Deus! Que alegria O oco sopro do baque solto Maracatu e folia O baque santo virado e solto No bojo de Andaluzia O baque mouro que não é outro Sotaque vento de alforria O baque solto no sopro louco Em Goiana e carpina ”

—  VELT MOURA E SARASTHI, PROFUSÃO

Velt Moura e Sarasthi são compositores e cantores de Brasília e vêm desenvolvendo um trabalho artístico desde 2001, quando realizaram algumas apresentações em parceria com outros músicos. Deste encontro se desenvolveu o cd Profusão que foi lançado em agosto de 2010.

As influências são ecléticas e abrangem um grande leque de estilos e ritmos, indo desde a tradição do samba e da seresta, passando pela bossa-nova, pela tropicália, pelo clube da esquina e também pela mais contemporânea MPB. O jazz, o baião, o ‘regue’, o samba, o maracatu, o ijexá e afro-latino são alguns dos ritmos visitados pela dupla. O cd “PROFUSÃO”, que teve apoio da Secretaria de Cultura do GDF,através do FAC-Fundo de Apoio a Cultura,tem como proposta mesclar a cultura brasileira a outras, representadas pelos instrumentos de várias etnias e também pelas letras que têm um apelo místico/poético, permeando várias paragens estéticas com matizes de tessitura romântica até temas metafísicos. Trazendo elementos da cultura:

hindu,

da mitologia grega,

do imaginário nordestino (com seus repentes e suas loas)

e, também,

da literatura universal;

o derbak, instrumento de percussão árabe,

o didjeridu, que é da Austrália,

o dizi, uma flauta chinesa,

são alguns dos instrumentos que foram gravados.

Os arranjos foram concebidos pela dupla e também pelo músico Leandro Vieira.

Para gravação, foram convidados músicos de já consagrada atuação na cena instrumental brasiliense, tais como:

Hamilton Pinheiro,

Ocelo Mendonça,

Marcos Farias,

Renato Vasconcelos,

Pablo Fagundes,

André Togni,

Rafael dos Anjos,

entre outros.

E, por fim, foi convidado também o multi-instrumentista Carlos Malta, que participou de duas faixas.

Anúncios

2 Responses to Velt Moura e Sarasthi _ CD _ PROFUSÃO

  1. […] No Paginado Gostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: