Mediateca

junho 27, 2008

mediateca.org.br 

A Mediateca – Organização Social e Digital nasceu a partir de um grupo de professores e pesquisadores do Departamento de Ciência da Informação da Universidade de Brasília. As pesquisas iniciais, no início da década de 90, estavam voltadas para inclusão social por meio da formação de leitores. Essas pesquisas, apoiadas pelo CNPq, deram origem ao desenvolvimento de uma metodologia de mediação da informação, que se consolidou com a chegada das novas tecnologias. Toda inovação, toda grande revolução traz no seu bojo a questão da exclusão. Quando Gutemberg revolucionou o mundo com a invenção da imprensa, ele criou os iletrados, os analfabetos, que até então não existiam. A revolução tecnológica propiciou o acesso à informação digital mas também criou os excluídos digitalmente. A pesquisa que resultou na Metodologia EDI – Escola Digital Integrada, e nos resultados por ela obtidos, a inclusão social por meio da inclusão digital, e as demandas surgidas a partir de então, constituíram-se nas bases que deram origem a fundação da Mediateca.

     Criada, formalmente, em 2003 seu objetivo maior é contribuir para a ampliação da Sociedade da Informação no Brasil, por meio de pesquisa, desenvolvimento e inovação, do uso das novas tecnologias na construção do conhecimento e na busca da equidade social. Dessa forma direciona seu trabalho para a inclusão de pessoas e comunidades nessa nova forma de organização social, onde o capital intelectual é a matéria prima para sua efetiva participação.

     Atua nas áreas de tecnologia, educação e ciência da informação, especialmente na introdução das novas tecnologias na educação e na formação de aprendizes ao longo da vida. Desenvolveu o software Magister de apoio ao ensino infantil e fundamental, utilizado em  programas de inclusão tecnológica em várias escolas públicas de diversos estados brasileiros. Elaborou conteúdos e cursos de formação de educadores sociais e monitores para atendimento a telecentros e centros de inclusão social e digital de diversos programas de inclusão de organizações governamentais, não governamentais e iniciativa privada.

 

Portal da Inclusão Digital

Anúncios

Projeto “Bem Na Quinta” de junho com Thiago Corrêa.

junho 27, 2008

Thiago Corrêa

No MySpace

No Palco Mp3

Projeto \

Palito

Pé Palito

 No começo, a casa era um antiquário onde aconteciam festas em meio a móveis e tapetes antigos. Depois de grandes reformas, o Pé Palito virou uma casa noturna com toda estrutura necessária para ser considerada uma das melhores casas para se dançar, segundo a revista Veja Porto Alegre.

Com uma proposta musical diferenciada partindo do Dj Fred(residente da casa até hoje), foi uma das primeiras casas a resgatar grandes nomes da música brasileira, sempre priorizando a diversidade, a qualidade, revisitando os clássicos e apresentando as novidades, sem esquecer de alguns hits internacionais.

Nesse período, o Pé Palito já recebeu convidados ilustres como Luana Piovanni, Marcos Pasquin, Beto Lee(filho da Rita Lee), Marco Matolli(Clube do Balanço), Tonho Crocco(Ultramen), Serginho Moah(Papas da Língua) e outras grandes personalidades.

Venha conhecer o Pé Palito e passar por ótimos momentos de diversão, recebendo um ótimo atendimento, segurança, apreciando uma cerveja bem gelada, linda decoração e gente bonita ao som do melhor da música brasileira, que só um pesquisador e colecionador de discos pode oferecer.

Agenda:

Dando continuidade ao projeto “Bem na Quinta” das festas do Pé Palito, depois de receber bandas como Tribo Brasil e Pentefyno, a atração de junho é Thiago Corrêa.

Publicitário e compositor, figurinha carimbada na publicidade de TV e Rádio, Thiago Corrêa começou seu trabalho de compositor com 16 anos em festivais de música e logo foi descoberto pelo meio publicitário.

Com referencias que vão de Chuck Berrie, passando por Tom Jobim e chegando em Bebeto, Thiago cria um estilo de MPB com atitude, focando no estilo samba-rock, tão caracteristico em suas composições.

Não é atoa que suas músicas ja estão dando o que falar.

Quer conhecer melhor o trabalho dessa figura?

Pé Palito