Programa Roda de Choro _ Aos Sábados _ Meio Dia .

maio 14, 2008

O Rondó  Le Boeuf Sur Le Toit ( O Boi Subiu no Telhado )

De “Autoria” do Compositor Francês _ Darius Milhaud.

Programa Roda de Choro

 Rádio Câmara

Rádio Roquette Pinto


Studio SP _ www.studiosp.org

maio 11, 2008

 Studio SP

Studio Sp no You tube

O Studio SP. é um espaço cultural que funciona como casa de shows, projeções de vídeo arte, galeria de arte urbana, estúdio de música, bar e café desde novembro de 2005.

Na música, projetos inovadores transformaram o STUDIO em um dos principais palcos de São Paulo. Da música brasileira ao hip hop, do rock à música eletrônica – sempre através de shows ao vivo – as grandes novidades da cena musical brasileira tocam e vivenciam o dia a dia da casa. Acompanhando as bandas e artistas, o STUDIO SP conta como uma seleção de DJs que comandam as picapes antes e depois dos shows.

O espaço é ambientado por artistas plásticos, que expondo seus trabalhos também interagem com as outras artes que a casa apresenta.

O café do Studio SP é uma parceria com o delicioso Blu Café & Bistrô que além de café é especializado em wrap’s, empanadas e doces.

Comunidade no Orkut

08/05 – HOJE – DEL REY
22:30 – PROJETO CS -SOMBAGUA

09/05 – SEXTA – HEROES
22:30 – PROJETO CS – MIRANDA KASSIN
10/05 – SABADO – TRUPE CHA DE BOLDO
22:30 – PROJETO CS – JUNIOR BOCA

VEM AÍ :

13/05 – TERÇA – THALMA DE FREITAS
14/05 – QUARTA – PEDRA BRANCA
15/05 – QUINTA – DEL REY
21/05 – QUARTA – JUMBO ELEKTRO
22/05 – QUINTA – DEL REY
23/05 – SEXTA – EDDIE
24/05 – SABADO – SP UNDERGROUND
26/05 – SEGUNDA- CLARAH AVERBUCK -LANÇAMENTO DO LIVRO e EXPOSIÇÃO
27/05 – TERÇA – LUDOV
28/05 – QUARTA – MOINHO – LANÇAMENTO DE CD
29/05 – QUINTA – BOM SUCESSO SAMBA CLUBE
30/05 – SEXTA – I-NOVA
31/05 – SABADO – INSTITUTO e a SELETA COLETIVA – MÃO DE OITO + LUA

PROJETO CEDO e SENTADO 22:30

www.studiosp.org

Lista : studiosp@studiosp.org

Studio SP
Rua Inácio Pereira da Rocha, 170 – Vila Madalena
Tel: (11) 3817.5425

Capacidade da Casa: 320 pessoas


Mostra Comemorativa Aniversário de Brasília

maio 9, 2008

             Incra inaugura nesta terça-feira (15) a          Mostra Comemorativa Aniversário de Brasília
 

          O Espaço Cultural do Incra em parceria com a Sociedade dos Artistas Plásticos de Brasília inaugurará nesta terça-feira (15), ‘as 17h, no Espaço Cultural do Incra, a Mostra Comemorativa em homenagem ao aniversário de Brasília com exposição de trabalhos de mais de 30 artistas plásticos de nossa capital.      A exposição conta com telas e esculturas e tem curadoria do artista plástico Toninho de Souza, presidente da Sociedade dos Artistas Plásticos de Brasilia, uma entidade cultural que completa 8 anos de existência e que vem reunir nesses 48 anos de Brasília, várias gerações de artistas.      A nossa capital com quase meio século de existência, incorpora obras públicas em vários órgãos governamentais de artistas da primeira geração, que estão desde ínicio de sua construção nomes como Alfredo Volpi, Bruno Giorgi, Athos Bulcão, Rubens Valentim, Glênio Bianchetti, entre ouitros.

      Alguns escolheram Brasília para morar e desenvolver seus trabalhos como Athos, Glênio entre outros.      Após esta primeira geração, vários artistas desenvolveram produções artísticas em nossa Capital nos últimos 48 anos e a sociedade dos Artistas Plásticos de Brasília, aproveita esta mostra comemorativa para reunir estes artistas que surgiram em vários movimentos culturais de nossa cidade estabelecendo uma segunda geração representada pelos artistas J.NASCE, IZABEL PERSIJN, NAZARÉ MARTINS, SÔNIA MONTAGNER e TONINHO DE SOUZA.

       A terceira poderíamos incluir os artistas RICARDO MOVITS, PRABHU e SABINO COSTA e uma quarta geração de artistas que estão representados por uma maioria de artistas que vem transformando Brasília em uma grande Capital da Arte como ALDA CARVALHO, ANA MARIA BAUER, ANGÉLICA BITTENCOURT, CARLOS ATAHUALPA, CONCEIÇÃO GIRADE, CRISTINA TELES, EDUARDO LIMA, ELDA EVELINA, GILSON FILHO, IRIDAM PIMENTEL, IZA KUIASKI, JUAREZ VENÂNCIO, LEONOR AZEVEDO, MÁRCIA ROSA, MARCO AURELIO BOMFIM, ELEUSINA COELHO, MARIA LIGIA, MARILAC, SILMARA KUSTER, SÔNIA GUERRA, WALQUIRIA BORGES e WILMS THADEU.

A Mostra Comemorativa Aniversário de Brasília estará aberta a visitações de 15 de Abril a 30 de Abril, das 8h às 18h, no Espaço Cultural do Incra, no Edifício do Palácio do Desenvolvimento, térreo, no Setor Bancário Norte – Brasília/DF. Informações: 3411-7676 ou 3411-7729. Entrada Gratuita


Festival de cinema brasileiro em Paris completa 10 anos

maio 8, 2008

Festival de cinema brasileiro em Paris completa 10 anos

O Festival de Cinema Brasileiro em Paris celebra sua 10ª edição a partir desta quarta-feira com uma programação bem mais ampla, que inclui 45 filmes inéditos na França, 50% a mais do que no ano passado.

A mostra, que este ano também terá maior duração do que nos anteriores, contará com maior número de salas nos três cinemas parisienses dedicados ao evento.

No total, 30 diretores, atores e produtores estarão presentes durante as projeções.

Alguns filmes, como Histórias Cruzadas, de Alice de Andrade, e o documentário Transocéan, de Adriana Komives, ainda não foram exibidos nos cinemas no Brasil.

 

A expectativa dos organizadores é atrair 10 mil espectadores. No ano passado, o público foi de 7 mil pessoas, disse à BBC Brasil Binta Barry, da Associação Jangada, que realiza o evento em Paris.

Clássicos

 

Para esta décima edição, os organizadores decidiram exibir não apenas longas recentes de ficção e documentários, mas também apresentar uma retrospectiva de grandes clássicos do cinema brasileiro, como Terra em Transe, de Glauber Rocha, exibido no Festival de Cannes em 1967, e Os Inconfidentes, de Joaquim Pedro de Andrade.

 

Também será realizada uma homenagem ao diretor Roberto Farias, que participará do evento, com a exibição dos seus filmes Pra Frente, Brasil e Assalto ao Trem Pagador, além de uma retrospectiva de Silvio Tendler, diretor dos documentários Jango e Os Anos JK – Uma Trajetória Política e Marighella, Retrato Falado do Guerrilheiro.

 

Neste ano, filmes realizados para a TV, como Amazônia, também foram incluídos na programação.

O evento será aberto na noite desta quarta-feira com o filme Não por Acaso, de Felipe Barcinski.

Oito longas disputam o prêmio de melhor filme, entre eles Saneamento Básico, de Jorge Furtado, Deserto Feliz, de Paulo Caldas, e Onde Andará Dulce Veiga?, de Guilherme de Almeida Prado.

Além do prêmio de melhor filme – que aumenta as chances da produção entrar no circuito comercial na França – outras duas premiações serão entregues pelo júri: melhor ator e melhor atriz. Haverá ainda o prêmio concedido pelo público.

Alguns longas exibidos não disputam prêmios, como Lavoura Arcaica e A Pedra do Reino, de Luiz Fernando Carvalho, e Bellini e o Demônio, de Marcelo Galvão, com a presença do ator Fábio Assunção, e A Cidade dos Homens, de Paulo Morelli, entre outros.

O filme de encerramento do evento será Alucinados, de Roberto Santucci.

Os prêmios do festival serão anunciados no dia 13 de maio. O evento, que inclui ainda exposições de fotos e pinturas e um show de música brasileira, vai até o dia 27 de maio.

Fonte:


Viagem só de ida à Lua, Tire seu Certificado.

maio 8, 2008

Certificado de Viagem só de ida à Lua

 
Projeto da NASA permite “participar” de expedição

A NASA abriu inscrições para que interessados participem da próxima expedição que será enviada à Lua. Porém, esta participação é limitada apenas ao nome de cada um dos inscritos, já que a Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), é uma nave que não voltará mais para a Terra.

Segundo o site Gizmodo, após receber todos os cadastros, as assinaturas serão adicionadas a um chip que será colocado na nave.

Interessados em entrar na LRO deverão se registrar até o dia 27 de junho de 2008 e poderão imprimir ou baixar seus certificados de participação, com o número de inscrição e data de “alistamento”.

A LRO será composta de seis instrumentos que identificarão locais seguros de pouso e identificarão recursos, provendo aos pesquisadores materiais importantes de pesquisa, como informação a respeito de como a radiação lunar poderia afetar seres humanos, pode ser lido no site da NASA.

A LRO deve partir em direção à Lua no segundo semestre de 2008.


Casa de Reboco todo domingo no parque – Forró Pé-de-Serra

maio 8, 2008

Casa de Reboco todo domingo no parque - Forró Pé-de-Serra

 Forró da Casa de Reboco!!! Domingo no Parque!!!
 
Sanfoneiro e cantor de São Paulo faz homenagem a Luiz Gonzaga na Casa de Reboco
No próximo domingo (11/05), o projeto Casa de Reboco faz uma homenagem
ao grande Rei do Baião, Luiz Gonzaga, e realiza um show especial com
Lino de França – diretamente de São Paulo – considerado um dos mais
fiéis seguidores de Gonzagão e que tem uma voz muito parecida com a do
ídolo.
 
Quem abre a festa é a banda brasiliense Raízes do Sertão.
 
Serviço:
Banda Raizes do Sertão(DF) e Lino de França(SP), Dj Chico Gorman.
Local: Casa de Reboco – Estacionamento 10 – Parque da Cidade – Antigo
pesque e pague
Horário: A partir das 17h.
Entrada: Homens: R$ 10 e mulheres: R$ 7
Promoção: R$ 5, até 18h.
Informações: (61) 9905-9468 e 7814-0111
Escreva para cortesiadacasa@gmail.com e concorra!!!
CI: 16 anos.
 
Um pouco mais para quem interessar:
 
LINO DE FRANÇA
 
Lino de França nasceu na cidade de Fernandópolis, no estado de São
Paulo e toca sanfona desde os 6 anos de idade. Sempre influenciado
pelo seu pai, um pernambucano chamado Luiz, sanfoneiro e cantador, que
por ser filho de uma mulher chamada Ana sempre que se apresentava nas
festas do sertão as pessoas diziam que quem iria tocar era “Luiz de
Ana”. Por isso, quando se mudou para São Paulo, seu pai juntou tudo e
adotou como nome artístico: “Luiz Diana”. E sempre se apresentava a
caráter trazendo no peito a sanfona  com chapéu de couro, peixeira e
borná tal e qual um legitimo cangaceiro.
 
Ainda garoto, Lino de França passou a dar seus primeiros passos na
sanfona. Aprendeu, com a ajuda do seu pai, a primeira parte do hino
nordestino Asa Branca e depois foi se virando sozinho para aprender o
resto da canção. Além das aulas de sanfona, Luiz Diana fez seu filho
aprender uma lição pra lá de inesquecível: amar a Luiz Gonzaga como
artista e como ser humano.
 
De Luiz Gonzaga, Lino só conhecia a voz e o som da sanfona através do
rádio, já que sua família não possuía televisão, nem discos, nem fotos
do artista. Mas o que fazia o garoto aliviar sua curiosidade era o
fato de ter crescido ouvindo as pessoas dizerem que seu pai era a cara
de Luiz Gonzaga.
 
Certa vez, sabendo que Luiz Gonzaga ia aparecer na televisão, trazido
por Lúcio Mauro no programa “Alô Brasil, Aquele Abraço” da Rede Globo,
na maior ansiedade para conhecer seu ídolo rumou para a casa de uma
tia que tinha TV e ficou esperando até tarde da noite o início da
atração. Quando anunciaram, quando Gonzagão apareceu, Lino, criança,
levou um choque: por um instante pensou que era seu pai quem estava
ali. Realmente as pessoas tinham razão: eles eram muito parecidos.
A partir daquele dia, com oito anos de idade, juntou os dois em um só:
seu pai lhe dava o norte na vida e Gonzaga lhe dava o norte na arte. E
tem sido assim, há mais de 30 anos.
 
Com sua bela voz que nos remete logo de cara a Luiz Gonzaga, com seu
repertório impecável que passeia entre astros do forró e mitos da MPB
e um conjunto pra lá de bem afinado, o show de Lino de França é com
certeza, além de gostoso de dançar e ouvir, uma legitima aula de
forró.
 
Agenda da Casa de Reboco – Mês de Maio.
 
18/05 – Trio Alvorada – Direto de São Paulo e pela primeira vez em
Brasília- Terceiro Lugar no Festival de Itaúnas com a música: Uma
tonelada de Forró.
 
25/05 – Trio Balanceado – Grande Revelação de Brasília
 
E abrindo os shows nos domingos: Raízes do Sertão.
 
Entre na nossa comunidade no orkut.

Feijão de Bandido

maio 6, 2008

Foi em 1995 que se reuniu esta fantástica trupe,

O Feijão de Bandido, juntando música e arte circense, numa combinação de diversos ritmos, melodias e poéticas.

O estilo é bem representativo da miscigenação que tanto caracteriza o povo brasileiro: é uma das facetas de um Brasil mágico, crítico e divertido.

Podemos observar em suas apresentações, tanto o regional quanto o cosmopolita, o urbano e o rural, cativando espectadores por onde tem se apresentado.

Não é de se espantar que num mesmo show possamos ouvir música pop, rock e, ao mesmo tempo, o xote, o baião, frevo, reggae, salsa, dentre outros tantos elementos.

Aliado a esta variedade, há uma preocupação com o lado visual e cênico, oferecendo ao público performances circenses, boneca de mamulengo, além de um bem cuidado figurino.

Sem falar nas idéias trabalhadas em suas poesias e letras de músicas que mostram um grupo antenado e consciente de sua época.

O Feijão de Bandido conta, em seu currículo, com dois discos de músicas autorais, primando pela variedade e qualidade de suas obras.

No ano de 2001 a banda lançou o seu primeiro cd intitulado Brasil Século XXI, Feijão Para Todos!, sendo muito bem aceito entre público e crítica brasiliense.

Em 2006, lançou o álbum Amor Enlatado, calcado na reciclagem, tanto material, quanto mental. Se você ainda não viu um show do Feijão de Bandido não perca tempo!!!